5 coisas que você precisa saber antes de cursar Pediatria

5 coisas que você precisa saber antes de cursar Pediatria

Atualizada em 06/05/2021

A Pediatria é uma das áreas da medicina com maior absorção pelo mercado brasileiro. Segundo dados da Demografia Médica no Brasil 2020, atualmente o país conta com 43.699 médicos atuantes na área, no entanto, a concentração nos grandes centros ainda é um grande problema para quem necessita dos trabalhos desses profissionais. Mais da metade dos pediatras (54,4%) está instalada na Região Sudeste. Bem distante, vem o Nordeste (16,5%), Sul (16,2%), Centro-Oeste (8,8%) e Norte (4,1%).

Para seguir essa carreira, o médico tem duas opções: fazer uma residência médica ou preencher os pré-requisitos exigidos para a realização da prova de títulos e ser aprovado pela Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP). Em ambos casos, o caminho a percorrer exige muita dedicação do médico aspirante a pediatra.

De fato, a Pediatria é fascinante. Lidar com novos seres humanos, desde os seus primeiros dias de vida, é realmente encantador. Por mais compensadora que seja, a missão de ter o futuro da sociedade em suas mãos exige muita responsabilidade. Quando você se torna pediatra, assume também compromissos que jamais pensou que teria.

Esse artigo é pra você, que é apaixonado por Pediatria desde o primeiro semestre da faculdade, mas que talvez não tenha se dado conta dos tantos desafios que estão por vir. Então, vamos descobrir se você está preparado?

1 – Seu paciente não sabe dizer o que sente

Muitos dos pacientes que chegarão ao seu consultório ainda nem sabem falar ou recém estão aprendendo. Como chegar a um diagnóstico se a criança não pode dizer o que sente? Por isso, é muito importante que você desenvolva a sua sensibilidade, entenda de psicologia infantil e, claro, tenha um ótimo conhecimento em medicina. Para estabelecer um diagnóstico eficaz, é preciso ter paciência e muita determinação, já que muitas vezes os pequenos não conseguirão transmitir em palavras os seus sintomas.

2 – Ver criança sofrendo é muito angustiante

Você irá precisar de estabilidade emocional e frieza para lidar com crianças doentes. Muitos médicos precisam fazer terapia para extravasar o que veem no dia a dia da profissão. É claro que muitas vezes existe um afeto sincero entre o profissional e a criança, mas é necessário distinguir as vidas pessoal e profissional, e não se envolver emocionalmente com os pacientes.

3 – Pais ficam desesperados, aprenda a lidar com isso

Muitos pais se mostram extremamente emotivos e sensíveis com o estado de seus filhos. Por isso, é muito importante que você seja compreensível, paciente e observador. Entenda que a preocupação deles pode extrapolar os níveis normais. E não esqueça que os pais são parte fundamental no tratamento da criança, pois são eles quem cuidam dos filhos em casa. É necessária uma ótima comunicação para passar as informações exatas sobre os cuidados com a criança.

4 – Irão ligar para o seu telefone a qualquer hora do dia

Diferente de outros médicos especialistas, o pediatra não tem hora para encerrar o expediente. As ligações de pais e mães preocupados com seus filhos chegam a qualquer hora do dia ou da noite. E você tem que entender que isso é normal, pois crianças inspiram maiores cuidados. Então, prepare-se para ser interrompido em eventos de família e naquele seu horário de descanso. Você, se for um bom profissional, vai se mostrar à disposição dos pais em qualquer momento do dia.

5 – É cansativo, mas é recompensador

A rotina de um pediatra plantonista é muito intensa. Por isso, o profissional precisa estar preparado para enfrentar um dia com grande volume de atendimentos. E há a inevitável pressão dos pais e familiares das crianças, que exigem que o médico cure seus filhos o quanto antes.

Em se tratando de hospitais públicos, sabe-se que o trabalho fica ainda mais difícil. Além do elevado número de pacientes à procura de atendimento, o quadro de médicos é reduzido. Você vai querer ajudar todo mundo, mas muitas vezes não vai conseguir.

Mas você precisa entender que tem um momento que salva toda a sua dedicação: o sorriso do seu pequeno paciente depois de um tratamento bem ministrado.

Especialize-se na área

Conheça a pós-graduação em Pediatria do FGMED. No curso, você irá aprofundar o conhecimento sobre a área, com fundamentos teóricos e práticos relacionados ao assunto. As especializações FGMED são reconhecidas pelo Ministério da Educação (MEC). A formação de especialista será concedida após aprovação na prova de título. Além disso, é necessário que o médico preencha todos os pré-requisitos exigidos pela sociedade brasileira da especialidade em questão.

Informe-se sobre todas as condições diretamente com um consultor. Preencha o formulário abaixo ou entre em contato pelo 0800 111 111 ou (11) 97159-0071 (WhatsApp).