Anvisa aprova alteração na vacina de Oxford

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

A Anvisa autorizou mudanças no protocolo do teste da vacina de Oxford. A alteração consiste na aplicação de uma dose de reforço, totalizando duas doses em vez de uma, como inicialmente foi proposto.

Essa imunização adicional de vacina será ministrada tanto para os que já haviam recebido a substância, quanto para os voluntários que ainda receberão a vacina. O intervalo entre as vacinas deve ser de quatro semanas.

A medida foi adotada a pedido dos responsáveis pela pesquisa. A mudança se dá em virtude de que alguns estudos indicam que a aplicação de duas doses pode produzir resultados mais efetivos na imunização.

A faixa etária do grupo participante da pesquisa também foi ampliada. Originalmente eram admitidas pessoas de 18 a 55 anos, agora a idade foi estendida para 69 anos.

Conheça as Pós-graduações FGMED

As pós-graduações do FGMED são certificadas pelo Ministério da Educação (MEC). A formação de especialista será concedida após aprovação na prova de título. Além disso, é necessário que o médico preencha todos os pré-requisitos exigidos pela sociedade brasileira da especialidade em questão.

Informe-se sobre todas as condições diretamente com um consultor. Preencha o formulário abaixo ou entre em contato pelo 0800 11 1111.

Leia mais notícias e artigos

Está pronto para um upgrade
na sua carreira?

    Quero mais

    INFORMAÇÕES


    Preencha o formulário
    e em breve entraremos em contato.

    Pronto!
    Agora é só aguardar o nosso contato.

    Usamos cookies em nosso site para fornecer a experiência mais relevante, lembrando suas preferências em visitas repetidas.
    Ao clicar em “Aceitar”, você concorda com o uso de TODOS os cookies. Para mais informações consulte nossa Política de Privacidade.