Dia Mundial do Diabetes – 14/11

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

O Dia Mundial do Diabetes é celebrado em 14 de novembro. Criada pela International Diabetes Federation (IDF) em conjunto com a Organização Mundial de Saúde (OMS), a data busca conscientizar a população sobre a importância da prevenção e educação nos cuidados de pacientes com a doença.

No Brasil a Campanha do Dia Mundial do Diabetes é organizada pela Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD), com oficial apoio de outras entidades, como a Sociedade Brasileira de Endocrinologia (SBEM); a Organização Mundial da Saúde (OMS) e a Federação Internacional de Diabetes (IDF).

Segundo a Sociedade Brasileira de Diabetes, no Brasil existem mais de 13 milhões de pessoas vivendo com diabetes. É provável que esse número ainda cresça mais. No país, as Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNT), como diabetes, são responsáveis por mais de setenta por cento das mortes. Ou seja, o excesso de peso é o maior fator de risco para essa enfermidade.

Por exemplo, o Ministério da Saúde informou num comunicado que “No Brasil, em 2008, 70,6% dos casos de diabetes em mulheres e 60,3% dos casos de diabetes em homens são atribuídos ao excesso de peso”.

Principais tipos de diabetes

Diabetes tipo 1 – O sistema imunológico do corpo ataca e destrói as células que produzem insulina;

Diabetes tipo 2 – O corpo não produz insulina suficiente ou as células do corpo não reagem à insulina.

Nesse sentido, é importante ressaltar que o diabetes tipo 2 é muito mais comum que o tipo 1. Ainda existem outro tipo de diabetes menos comuns, um deles é chamado de “diabete gestacional”, ocorrendo durante a gravidez.

Tratamento de Diabetes

Enfim, com um simples exame de sangue já é possível verificar se a pessoa tem diabetes. Os remédios para controle da doença estão sempre evoluindo, e o médico é a pessoa mais capacitada para indicar o medicamento que se adapta ao perfil do paciente.

Em outras palavras, os fármacos auxiliam o pâncreas a produzir mais insulina, diminuem a absorção de carboidratos e aumentam a sensibilidade do organismo à ação da insulina. Em suma, nem sempre serão necessários medicamentos por longos períodos. No caso do Diabetes Tipo 2, a mudança no estilo de vida já pode ser eficaz para controlar o nível de insulina no sangue.

O SUS fornece o tratamento completo gratuitamente para a população. Por último, lembre-se de ter uma vida saudável e consultar seu médico regularmente!

Conheça as Pós-graduações FGMED

As pós-graduações do FGMED são reconhecidas pelo Ministério da Educação (MEC). A formação de especialista será concedida após aprovação na prova de título. Além disso, é necessário que o médico preencha todos os pré-requisitos exigidos pela sociedade brasileira da especialidade em questão.

Informe-se sobre todas as condições diretamente com um consultor. Preencha o formulário abaixo ou entre em contato pelo 0800 11 1111.

Leia mais notícias e artigos

Está pronto para um upgrade
na sua carreira?

    Quero mais

    INFORMAÇÕES


    Preencha o formulário
    e em breve entraremos em contato.

    Pronto!
    Agora é só aguardar o nosso contato.

    Usamos cookies em nosso site para fornecer a experiência mais relevante, lembrando suas preferências em visitas repetidas.
    Ao clicar em “Aceitar”, você concorda com o uso de TODOS os cookies. Para mais informações consulte nossa Política de Privacidade.