Estudo aponta quadros graves de pacientes com doenças cardíacas infectados por Covid-19

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Um novo estudo publicado pela revista “Jama” reforça a existência de um risco maior para pacientes com doenças cardíacas em caso de infecção do novo coronavírus Sars-Cov-2. Entre os cardíacos analisados no estudo, 58% desenvolveram a versão mais grave da doença. Dentro do grupo de cardíacos, mais da metade morreu.

Foram analisados 416 pessoas com o Sars-CoV-2 em Wuhan, na China, sendo que 82 delas tinham problemas vasculares e cardíacos (19,7%) e 334 (80,3%) não apresentavam esse perfil. Os pacientes tiveram os registros médicos inseridos entre 20 de janeiro e 10 de fevereiro de 2020. Todo o grupo precisou ser hospitalizado.

O tempo médio de internação no hospital foi de 10 dias e parecido entre os dois grupos de pacientes, independentemente dos problemas de saúde associados. As pessoas com doenças cardíacas tinham uma idade média mais alta: 74 anos, com variação entre 34 e 95 anos. Os indivíduos sem problemas do coração tinham em média 60 anos, com idades entre 21 e 90 anos.

Após tratamento no hospital com respirador, mais da metade dos pacientes cardíacos (42 pessoas, que representavam 51,2% do grupo) morreram, contra 15 casos (4,5%) entre as 334 pessoas sem problemas do tipo.

Conheça as Pós-graduações FGMED

As pós-graduações do FGMED são certificadas pelo Ministério da Educação. A formação de especialista será concedida após aprovação na prova de título. Além disso, é necessário que o médico preencha todos os pré-requisitos exigidos pela sociedade brasileira da especialidade em questão.

Informe-se sobre todas as condições diretamente com um consultor. Preencha o formulário abaixo ou entre em contato pelo 0800 111 111.

Leia mais notícias e artigos

Está pronto para um upgrade
na sua carreira?

    Quero mais

    INFORMAÇÕES


    Preencha o formulário
    e em breve entraremos em contato.

    Pronto!
    Agora é só aguardar o nosso contato.

    Usamos cookies em nosso site para fornecer a experiência mais relevante, lembrando suas preferências em visitas repetidas.
    Ao clicar em “Aceitar”, você concorda com o uso de TODOS os cookies. Para mais informações consulte nossa Política de Privacidade.