Estudo da Unicamp prevê lockdown em São Paulo

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Um modelo matemático desenvolvido pela Unicamp mostra que, caso o isolamento social no estado de São Paulo não aumente nos próximos dias para conter a disseminação da Covid-19, a implantação do lockdown (isolamento total obrigatório) será necessário para evitar que o sistema público de saúde chegue ao limite da capacidade de atendimento.

É urgente que se amplie o nível de isolamento, provavelmente acima de 65%, para que o crescimento da doença nas próximas semanas, seja contido, mesmo considerando-se o efeito da obrigatoriedade do uso de máscaras. Se isso não for alcançado, São Paulo terá que adotar medidas mais drásticas de contenção, como o lockdown, caso contrário estaremos numa situação insustentável, tanto na capital como no estado como um todo”, revelou o matemático responsável pela pesquisa, Renato Pedrosa.

Segundo a Agência Brasil, o modelo desenvolvido pode ser usado para prever a dinâmica de transmissão do novo coronavírus em outras localidades, já que o estudo leva em consideração as variáveis climáticas, a densidade populacional e a linha do tempo da instalação da doença. O matemático usou dados de 50 estados norte-americanos e de 110 países, incluindo o Brasil.

Conheça as Pós-graduações FGMED

As pós-graduações do FGMED são certificadas pelo Ministério da Educação (MEC). A formação de especialista será concedida após aprovação na prova de título. Além disso, é necessário que o médico preencha todos os pré-requisitos exigidos pela sociedade brasileira da especialidade em questão.

Informe-se sobre todas as condições diretamente com um consultor. Preencha o formulário abaixo ou entre em contato pelo 0800 11 1111.

Leia mais notícias e artigos

Está pronto para um upgrade
na sua carreira?

    Quero mais

    INFORMAÇÕES


    Preencha o formulário
    e em breve entraremos em contato.

    Pronto!
    Agora é só aguardar o nosso contato.

    Usamos cookies em nosso site para fornecer a experiência mais relevante, lembrando suas preferências em visitas repetidas.
    Ao clicar em “Aceitar”, você concorda com o uso de TODOS os cookies. Para mais informações consulte nossa Política de Privacidade.