Estudo identifica alterações no cérebro relacionadas a transtornos psiquiátricos

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Você sabia que o córtex é a camada mais fina do cérebro? Um estudo recente revelou que o cérebro pode apresentar leves alterações em sua espessura nas pessoas que padecem de transtornos psiquiátricos. Um grupo de cientistas internacionais se reuniu para analisar imagens de ressonâncias magnéticas dos cérebros de milhares de pessoas em todo o mundo. O grupo verificou que existe um mesmo padrão de alterações em portadores de seis tipos diferentes de transtornos psiquiátricos. O resultado desse trabalho foi publicado na revista JAMA.

A pesquisa também revelou que a localização dessas alterações coincide com a distribuição de alguns tipos de células essenciais para o funcionamento do cérebro, sinalizadas como alvos para novos estudos sobre os mecanismos biológicos associados aos sintomas mentais. A tese científica também teve a participação de pesquisadores do Instituto de Psiquiatria (IPq) do Hospital das Clínicas (HC) da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP).

O grupo aplicou uma metodologia para a análise das imagens do cérebro de aproximadamente 30 mil pessoas, metade com transtornos psiquiátricos e metade sem transtornos”, explica o professor Geraldo Busatto Filho, da FMUSP, participante da pesquisa. “Os processamentos das amostras individuais foram realizados por grupos de cientistas de diversos países e reunidos numa metanálise geral dos resultados obtidos”. Ele ainda acrescente que “A ideia do estudo não foi a de caracterizar um padrão típico de alterações corticais para cada transtorno, mas sim identificar um padrão comum a todos os diagnósticos”.

O estudo é um importante marco para a comunidade científica, pois contribui para o avanço das pesquisas sobre os mecanismos cerebrais que podem estar alterados em associação aos sintomas mentais. Além disso, esse tipo de trabalho também poderá servir de base para pesquisas futuras, ajudando os médicos no diagnóstico e no tratamento de transtornos psiquiátricos.

Conheça as Pós-graduações FGMED

As pós-graduações do FGMED são certificadas pelo Ministério da Educação (MEC). A formação de especialista será concedida após aprovação na prova de título. Além disso, é necessário que o médico preencha todos os pré-requisitos exigidos pela sociedade brasileira da especialidade em questão.

Informe-se sobre todas as condições diretamente com um consultor. Preencha o formulário abaixo ou entre em contato pelo 0800 11 1111.

Leia mais notícias e artigos

Está pronto para um upgrade
na sua carreira?

    Quero mais

    INFORMAÇÕES


    Preencha o formulário
    e em breve entraremos em contato.

    Pronto!
    Agora é só aguardar o nosso contato.

    Usamos cookies em nosso site para fornecer a experiência mais relevante, lembrando suas preferências em visitas repetidas.
    Ao clicar em “Aceitar”, você concorda com o uso de TODOS os cookies. Para mais informações consulte nossa Política de Privacidade.