Nova pesquisa revela que coronavírus pode infectar intestino, além de pulmões

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Pesquisadores holandeses publicaram um estudo, no dia 1º de maio na revista Science, afirmando que o intestino também é atingido pelo novo coronavírus, o que aumenta o medo da contaminação pelas fezes. Outra autoridade médica Chinesa já havia reconhecido a diarreia como um sintoma da doença, porém não havia se constatado como ou se o coronavírus poderia se multiplicar no trato intestinal de pacientes infectados.

As descobertas feitas neste estudo trazem provas definitivas de que o coronavírus pode se multiplicar em células do trato gastrointestinal“, afirmou um dos líderes da pesquisa, Bart Haagmans, da Universidade Erasmus. Bart também explica que “Apesar disto, ainda não sabemos se a presença em intestinos de pacientes da Covid-19 tenha importância na transmissão do vírus. Nossa descoberta indica que temos de averiguar esta possibilidade mais de perto“.

Os pesquisadores holandeses ficaram surpresos ao descobrir que o número de receptores de enzimas ACE2 nas células intestinais praticamente não interferiu na velocidade em que elas se infectavam, o que sugere que mesmo em pequenos níveis, a enzima é propícia a entrada do vírus no corpo. Os europeus agora planejam usar as culturas de células para examinar as diferenças entre infecções no intestino e nos pulmões.

Conheça as Pós-graduações FGMED

As pós-graduações do FGMED são certificadas pelo Ministério da Educação (MEC). A formação de especialista será concedida após aprovação na prova de título. Além disso, é necessário que o médico preencha todos os pré-requisitos exigidos pela sociedade brasileira da especialidade em questão.

Informe-se sobre todas as condições diretamente com um consultor. Preencha o formulário abaixo ou entre em contato pelo 0800 11 1111.

Leia mais notícias e artigos

Está pronto para um upgrade
na sua carreira?

    Quero mais

    INFORMAÇÕES


    Preencha o formulário
    e em breve entraremos em contato.

    Pronto!
    Agora é só aguardar o nosso contato.

    Usamos cookies em nosso site para fornecer a experiência mais relevante, lembrando suas preferências em visitas repetidas.
    Ao clicar em “Aceitar”, você concorda com o uso de TODOS os cookies. Para mais informações consulte nossa Política de Privacidade.