Paraná abre 1º laboratório de saúde pública do país sem experimentos em animais

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

O Laboratório Central do Paraná é o primeiro laboratório de saúde pública do país que não realiza mais experimentos em animais.  A modificação na técnica empregada pelo laboratório foi oficializada na 16ª edição da Mostra Nacional de Experiências Bem-Sucedidas em Epidemiologia, Prevenção e Controle de Doenças.

O centro de pesquisas deixou de usar camundongos e passou a utilizar uma técnica in vitro, onde o material da analisado da raiva é pesquisado diretamente do tecido. Além de beneficiar os animais, esse método também gerou uma economia de aproximadamente 235 mil reais por ano, segundo informações da Secretaria da Saúde do Paraná.

Os números de amostras analisadas também aumentaram. Antes eram processadas cerca de 10 amostras por dia, agora esse número subiu para 90. Mensalmente podem ser processadas até 1800 amostras. O novo método também expõe menos os profissionais da saúde ao material possivelmente contaminado.

Conheça as Pós-graduações FGMED

As pós-graduações do FGMED são certificadas pelo Ministério da Educação. A formação de especialista será concedida após aprovação na prova de título. Além disso, é necessário que o médico preencha todos os pré-requisitos exigidos pela sociedade brasileira da especialidade em questão.

Informe-se sobre todas as condições diretamente com um consulto. Preencha o formulário abaixo ou entre em contato pelo 0800 111 111.

Leia mais notícias e artigos

Está pronto para um upgrade
na sua carreira?

    Quero mais

    INFORMAÇÕES


    Preencha o formulário
    e em breve entraremos em contato.

    Pronto!
    Agora é só aguardar o nosso contato.

    Usamos cookies em nosso site para fornecer a experiência mais relevante, lembrando suas preferências em visitas repetidas.
    Ao clicar em “Aceitar”, você concorda com o uso de TODOS os cookies. Para mais informações consulte nossa Política de Privacidade.