Proteína no sangue pode prever gravidade da Covid-19, segundo pesquisa

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Um estudo publicado na plataforma medRxiv, que é dedicada à publicação de artigos em versão preprint, ou seja, antes de passarem pelo processo de revisão por pares, revelou que foi descoberta uma proteína circulante no sangue de pacientes com covid-19 pode servir como um “termômetro biológico” que poderá prever a gravidade da infecção causada pelo novo coronavírus.

Os pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP) e da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) descobriram que acompanhar as taxas da proteína sTREM-1 – desde o início dos primeiros sintomas – pode ajudar na tomada de decisões médicas para o tratamento da covid-19 em casa paciente, além de ser como um preditor de evolução e desfecho da doença.

Existe uma variação muito grande na resposta inflamatória dos pacientes ao SARS-CoV-2 e ainda não se sabe exatamente por quê. No entanto, acreditamos que o monitoramento dessa proteína, que pode ser realizado por meio de exames simples [teste imunoenzimático], auxilie no tratamento dos doentes“, explica Carlos Sorgi, professor do Departamento de Química da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP-USP).

Os pesquisadores acreditam que monitoramento dessa proteína possa ajudar no tratamento de pessoas enfermas com o vírus, já que existe uma variação muito grande na resposta inflamatória dos pacientes infectados com o SARS-CoV2.

Também foi observado no estudo a evolução da quantidade da proteína conforme o andamento da doença. Isso auxiliou os cientistas a identificar ‘ponto de não retorno’, ou seja, quando a situação inflamatória está tão crítica que já não há mais como promover melhora no paciente. Esta descoberta da pesquisa confirma a hipótese de que o monitoramento da sTREM-1 é de extrema importância para que o tratamento precoce seja bem-sucedido. O estudo aguarda a revisão por pares para ser publicado oficialmente.

Conheça as Pós-graduações FGMED

As pós-graduações do FGMED são certificadas pelo Ministério da Educação (MEC). A formação de especialista será concedida após aprovação na prova de título. Além disso, é necessário que o médico preencha todos os pré-requisitos exigidos pela sociedade brasileira da especialidade em questão.

Informe-se sobre todas as condições diretamente com um consultor. Preencha o formulário abaixo ou entre em contato pelo 0800 11 1111.

Leia mais notícias e artigos

Está pronto para um upgrade
na sua carreira?

    Quero mais

    INFORMAÇÕES


    Preencha o formulário
    e em breve entraremos em contato.

    Pronto!
    Agora é só aguardar o nosso contato.

    Usamos cookies em nosso site para fornecer a experiência mais relevante, lembrando suas preferências em visitas repetidas.
    Ao clicar em “Aceitar”, você concorda com o uso de TODOS os cookies. Para mais informações consulte nossa Política de Privacidade.