Remdesivir ganha sinal verde na União Europeia

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

A lista de medicamentos para tratar a Covid-19 está diminuindo. Os ensaios clínicos europeus Solidarity e Discovery cancelarem os experimentos com lopinavir/ritonavir por sua ineficácia e por seus efeitos colaterais. As pesquisas com a cloroquina também foram deixadas de lado. Com isso, o único medicamento em que os estudos clínicos continuam sendo realizados é o remdesivir. O fármaco inclusive acaba de obter sinal verde condicional da União Europeia.

Mesmo que muitos tratamentos contra a Covid-19 estejam sendo pesquisados no mundo, nenhum se mostrou realmente eficaz até o momento, com exceção do corticoide dexametasona, que teve bons resultados nos casos mais graves. A dexametasona está sendo pesquisada no ensaio clínico Recovery e até o momento apresentou uma redução de mortalidade nos doentes mais graves.

O remdesivir foi aprovado para uso condicional na União Europeia no dia 3 de julho. Uma pesquisa americana mostrou que este antiviral, criado inicialmente para combater a febre hemorrágica do Ebola, reduziu o tempo de internação de doentes com Covid-19 de 15 para 11 dias. Em relação a mortalidade, não houve redução. Os estudos com a droga seguem em vigor e em breve os cientistas esperam trazer novidades para a população.

Leia mais notícias e artigos

Está pronto para um upgrade
na sua carreira?

    Quero mais

    INFORMAÇÕES


    Preencha o formulário
    e em breve entraremos em contato.

    Pronto!
    Agora é só aguardar o nosso contato.

    Usamos cookies em nosso site para fornecer a experiência mais relevante, lembrando suas preferências em visitas repetidas.
    Ao clicar em “Aceitar”, você concorda com o uso de TODOS os cookies. Para mais informações consulte nossa Política de Privacidade.