Carga chinesa com 600 respiradores artificiais foi retida nos EUA e não será enviada ao Brasil

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Cerca de 600 respiradores artificiais estão retidos no aeroporto de Miami, nos Estados Unidos, de onde seriam despachadas para o Brasil. A carga, avaliada em R$ 42 milhões, havia sido comprada pelos estados do Nordeste, através de um contrato assinado entre o fornecedor (não identificado) e o governo da Bahia.

A assessoria de imprensa da Casa Civil da Bahia declarou: “Neste momento, estamos buscando novos fornecedores”, porém não foi informado se já estariam negociando com outros países ou se existem outros fornecedores disponíveis para suprirem essa demanda.

Os fornecedores chineses vêm sendo acusados de cancelarem contratos com países como Brasil, França e Canadá para favorecer os EUA, em decorrência de pagamentos com valores muito mais altos. O país registrou o maior número mundial de mortes (1.169) em um só dia, na última quinta-feira, 2 de abril.

Conheça as Pós-graduações FGMED

As pós-graduações do FGMED são certificadas pelo Ministério da Educação (MEC). A formação de especialista será concedida após aprovação na prova de título. Além disso, é necessário que o médico preencha todos os pré-requisitos exigidos pela sociedade brasileira da especialidade em questão.

Informe-se sobre todas as condições diretamente com um consultor. Preencha o formulário abaixo ou entre em contato pelo 0800 11 1111.

Leia mais notícias e artigos

Está pronto para um upgrade
na sua carreira?

    Quero mais

    INFORMAÇÕES


    Preencha o formulário
    e em breve entraremos em contato.

    Pronto!
    Agora é só aguardar o nosso contato.

    Usamos cookies em nosso site para fornecer a experiência mais relevante, lembrando suas preferências em visitas repetidas.
    Ao clicar em “Aceitar”, você concorda com o uso de TODOS os cookies. Para mais informações consulte nossa Política de Privacidade.